...A pontuação é a respiração da frase e minha frase respira assim. E se você me achar esquisita, respeite também. Até eu fui obrigada a me respeitar! ...

segunda-feira, 31 de maio de 2010

O PERIGO DOS DIMINUTIVOS

Conheço muitas pessoinhas que falam sempre no diminutivo. Isso me irrita, e muito.
*
Fico pensando o que essas pessoinhas esperam quando mentem falando assim. Eu quando ouço palavras no diminutivo já fico logo esperta, pode acreditar que atrás desse “inho”ou “inha”tem SEMPRE uma verdade escondida .
* Quando eu era pequena e minha mãe me levava pra ir tomar injeção, a enfermeira sempre dizia:
- Não vai doer nadinha, é rapidinho,tem que tomar injeção na bundinha, no bracinho não pode e você é boazinha e vai ficar quietinha né? A injeção doía um montão,demorava pra passar a dorzona, eu soltava o berrão mesmo e (não falava) mas eu pensava um monte de palavrão.
* E as chuvinhas de verão? Quem mora no Brasil sabe como são...Granizo é chuvinha?
* Quando alguém te liga e diz que é rapidinho, é só uma palavrinha e vem pedindo um favorzinho, você já pensa logo o que? -Ixi ,vou ter que me preparar pra dar uma desculpona!
* Os médicos também sempre vem com aquela frase pronta com os pacientes internados:
- É um examezinho comum,não vai doer nadinha, depois é só tomar um remedinho,talvez uma injeçãozinha,coma um delicioso mingauzinho e pronto sua vidinha volta ao normal. Prometo que vai ficar novinho em folha.
* Dentista também sempre vem com aquela de dentinho,cariezinha,canalzinho,uma picadinha pra pegar anestesia e o preço? Ah, não esquenta a cabecinha é baratinho e o tratamento é rapidinho.
* Balconistas são os campeões em diminutivos: é baratinho,ficou uma gracinha, essa sandalinha ficou show em seu pezinho hein, só tenho esse modelinho, posso dividir em várias parcelinhas... e por ai vai, eu sempre acabo sendo convencida e acabo comprando!
* Tem a famosa licencinha que certas pessoas pedem depois de dar um baita empurrão... zinho.
*
Tem gente que acha que me chamando de lindinha,florzinha,queridinha ou fofinha,irá me convencer que possuem ternura por mim. Miconvenci não hein!
*
Na escola quando a professora vinha com aquela de que ia aplicar uma provinha surpresa eu sempre me ferrava.
* No trabalho quando meu chefe dizia que eu tinha que ficar só mais um pouquinho pra adiantar alguma coisinha, era sempre páginas e páginas de relatórios para fazer.
* Na faculdade quando tinha um trabalhinho e era feito em grupinho, sempre tinha uma pessoinha que fazia quase tudo sozinha, porque senão a notinha ficava baixinha.
* Quando eu ia no mercadinho com minha mãe, fazer umas comprinhas eu vinha carregando um MONTÃO de sacolinhas.
* Homens não devem ter seus nomes modificados como: Joãozinho,Carlinhos,Manezinho,Zezinho...(com exceção de mãe,irmã,esposa ou amada que são permitidas os chamarem assim) acho estranho um homem ser chamado assim. É carinhoso, mas que é estranho é!
Homem tem que ter nome FORTE, de preferência adicionar ao nome o “ÃO”(Carlão,Betão,Rubão...) Soa mais macho e viril.
Só de ouvir o nome você já imagina alguém forte,grande,viríl...
Não é a toa que o Jece ValadÃO era conhecido por ser um machão! * Essas pessoas que usam sempre palavras no diminutivo, elas pensam que falando dessa forma convencem mais facilmente e dessa forma estarão diminuindo sofrimentos, escondendo verdades doloridas e talvez consigam tornar as coisas pequenas e fáceis de serem aceitas. * As verdadeiras respostas das palavras ditas no diminutivo: REUNIÃOZINHA: Quando uma colega resolveu ir pessoalmente ao escritório conferir que tantas reuniõezinhas impedia o marido dela de vir almoçar em casa todo dia, ela se chocou com a verdade. O marido tinha uma reuniãozinha que usava saia e salto alto e o mantinha ocupado no motel no horário do almoço todos os dias. Mas sempre que você liga pra reclamar de algo, em uma loja, o responsável sempre esta em uma reuniãozinha e nunca pode te atender. Com certeza ele esta lá no MSN batendo um papinho ocupadinho.
* Quantas vezes você já disse: - Só estou dando uma olhadinha! E depois você sai da loja sem comprar nadinha, era só uma olhadinha né!
Você avisou!

*Mas se a atendente insiste na venda, você sempre diz:

- Vou dar uma pensadinha e depois volto!

* Sabe aquela passadinha rapidinha só pra dar uma olhadinha naquele modelinho? Então, eu aposto que eu não sou a única que já gastou uma graninha só por causa dessas passadinhas, e confesso: - Sai de lá muitas vezes com mais de uma sacolinha.

* Tem também aquelas pequenas briguinhas de casal, que sempre tem uma conversinha que magoa ou uma palavrinha que fere.

* A geração de hoje sempre dão aquelas desculpinhas:

*É só uma espiadinha na internet( e ficam horas)
*Só um joguinho no vídeo-game
*Vou conversar rapidinho no telefone
*Eles insistem que tomam banho rapidinho
*Comem só um sanduichinho e adoram batatinhas
*Dão só uma experimentadinha e não viciam em nadinha
*É só uma ficadinha,com aquela gatinha, uns beijinhos,uma transadinha... *
Em meio à tantos diminutivos e tantas verdades camufladas, não me chamem de lindinha, pois isso eu já sei que lindinha é uma feinha arrumada!
*
*Quem viu a transformação da Gorete "Paula Veludo" no programa Pânico na Tv, sabe do que eu estou falando.(rs)
*****
Queridos(as) amigos(as), estou fazendo 2 cursos diariamente de Japonês e quase não estou tendo tempo de visitá-los, mas aos poucos vou retribuindo as visitas e os comentários em meu blog!

9 comentários:

  1. Eu já me peguei usando, mas concordo que muitas vezes irrita profundamente mesmo! Em certas horas fica parecendo até cara-de-pau ¬¬

    Tem até um quadro no Comédia MTV que satiriza essa mania como se fosse uma "doença" chamada buzuzunguismo, é muito engraçado!

    Só não concordei com o texto na parte que fala dos nomes de homem. Esse papo de "posar de machão" é bobagem pra mim. O homem que é seguro de si não precisa provar nem mostrar nada pra ninguém.

    Kisu!

    ResponderExcluir
  2. Lilian,

    Certas expressões, com o passar do tempo, vão irritando a gente mesmo. Seu texto está show de bola. E nada de INHA...ahahahaha.

    Beijo imenso, menina linda.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  3. Ah, quem faz todos os nossos Layouts é a Lelinha, vou te passar o link, ela é maravilhosa:

    http://www.fabricadelayouts.com/

    Outro beijo, menina linda.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  4. Toda vez que soltam esses diminutivos pra mim, penso: 'lá vem golpe!'.
    HAUHAUHAUHA

    ResponderExcluir
  5. O "inho" e "inha" é uma coisa muito brasileira, outros países praticamente não usam tanto o diminutivo.
    no fundo é a velha questão de que os "pequenininhos, pobrinhos, feinhos" são coitadinhos, portanto merecem um carinho especial. Nossa cultura valoriza demais a situação difícil, a pobreza, o sofrer. quem tá bem na vida é ladrão, ou roubou, boa coisa não é.

    No inho a gente nivela tudo por baixo. Não gosto de inhos inhas

    ResponderExcluir
  6. kkkk

    Você disse tudo de montão.
    Que coicidência, hoje no Fantástico o Bruno Mazzeo fez um apart sobre o uso dos "inhos". Muito legal ler o seu post depois.
    E é isso aí, amigONA. rsrs

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  7. Essas pessoinhas tentam nos enrolar como se ainda falassem com crianças. O que é uma chatice, concordo!
    Bjoo!!

    ResponderExcluir
  8. Também não gosto,cheira falcidade rsrsr
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Gostei de toda a explicação sobre inho.
    Meu tio Arnaldo me chamava de quinquinha e a sua filaha Lulude.
    Eu adorava.
    E na escola sempre me chamavam de Moniquinha porque sempre fui muito pequena.
    Com carinho Monica
    Mas me dá uma preguiça de cetas mães tratarem os filhos grandes no diminutivo.

    ResponderExcluir

Fico feliz com sua visita e seu comentário.Ter você aqui é ter sua presença em forma de palavras!
E ai? O que você tem pra me dizer? Vamos prosear? e que importância tem se as palavras forem repetidas? Só de você estar aqui já me faz feliz!