...A pontuação é a respiração da frase e minha frase respira assim. E se você me achar esquisita, respeite também. Até eu fui obrigada a me respeitar! ...

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Uma colaboração (não um conselho) pra você

Quando eu for bem velhinha, espero receber a graça de, num dia de domingo, me sentar na poltrona da biblioteca e, bebendo um cálice de vinho do Porto, dizer a minha neta: - Querida, venha cá. Feche a porta com cuidado, sente-se aqui do meu lado. Tenho umas coisas para te contar. E assim, dizer apontando o indicador para o alto: - O nome disso não é conselho, isso se chama colaboração! Eu vivi, ensinei, aprendi, caí, levantei e cheguei a algumas conclusões. E agora, do alto dos meus anos, quero dividir com você. Por isso, vou colocar mais ou menos assim: - É preciso coragem para ser feliz. Seja valente. Siga sempre o seu coração. Para onde ele for, seu sangue, suas veias e seus olhos também irão. E satisfaça seus desejos. Esse é seu direito e obrigação. Entenda que o tempo é um paciente professor que irá te fazer crescer, mas a escolha entre ser uma grande menina ou uma menina grande, vai depender só de você. Tenha poucos e bons amigos. Tenha filhos. Tenha um jardim. Aproveite sua casa, mas viaje ...vá a Fernando de Noronha, ao Pantanal... Cuide bem dos seus dentes. Experimente, mude, corte os cabelos. Não corra o risco de envelhecer dizendo "ah, se eu tivesse feito..." Tenha uma vida rica de vida. E de verdade, acima de tudo! Viva romances de cinema, contos de fada e casos de novela. E tome sempre conta da sua reputação, ela é um bem inestimável. Porque, sim, as pessoas comentam, reparam e, se você der chance, elas inventam também detalhes desnecessários. Se for se casar, faça por amor. Não faça por segurança, carinho ou status. A sabedoria convencional recomenda que você se case com alguém parecido com você, mas isso pode ser um saco! Prefira a recomendação da natureza, que com a justificativa de otimizar os genes da reprodução, sugere que procure alguém diferente... Mas para ter sucesso nessa questão, acredite no olfato e desconfie da visão. É o seu nariz quem diz a verdade quando o assunto é paixão. Se o casamento não der certo opte pela vida. Faça do fogão, do pente, da caneta e do papel seus instrumentos de criação. Leia, pinte, desenhe, escreva. E, por favor, dance, dance, dance até o fim, senão por você, o faça por mim. Compreenda seus pais. Eles te amam para além da sua imaginação, sempre fizeram o melhor que puderam e sempre o farão. Cultive os bons amigos. Eles são a natureza ao nosso favor e uma das formas mais raras de amor. Não cultive as mágoas - porque se tem uma coisa que eu aprendi nessa vida é que um único pontinho preto num oceano branco deixa tudo cinza. Era isso minha querida. Agora é a sua vez. Por favor, encha mais uma vez minha taça e me conte: - Como vai você? Crônica de Maria Sanz Martins, revista AG. Esta linda crônica eu conheci através do programa MAIS VOCÊ de Ana Maria Braga e o programa iria acabar lindamente como sempre acaba,quando Ana Maria Braga aproveitou o final do “Mais Você” desta quarta-feira (23) para se defender de uma matéria que está na capa da revista “Quem” desta semana. A apresentadora desmentiu a informação de que seu casamento com o empresário Marcelo Frisoni teria terminado por conta de seu envolvimento com o dançarino Renato Zóia, professor da loira no quadro “Dança dos Famosos”. * **************************************
* Fiquei triste ao assistir o programa, ver a Ana Maria chorando me fez relembrar de quantas vezes também já sofri com fofocas e difamações a meu respeito. * Não estou aqui para defender a Ana, mesmo por que ela já acionou o advogado dela e em breve(tenho fé) que tudo estara resolvido. Mas o que me causa tamanha indignação é ver o quanto as pessoas fazem de tudo para prejudicar seus semelhantes. No caso da Ana o motivo maior é o fato dela ser uma pessoa famosa e qualquer fofoca a respeito dela publicada nessa revista vai ajudar nas vendas.
*M Mas será que é necessário agir dessa forma? Que prazer existe em denegrir e difamar uma pessoa? Não importam os motivos, isso é atitude de gente baixa, sem caráter, que usa de artifícios sujos e que sabem o preço que pagam por essas atitudes e mesmo assim agem dessa forma só pelo prazer de ver a pessoa sendo injustiçada.
* Como eu disse, eu já passei por isso também, na época me fez muito mal, tive problemas de saúde,por que não sou dessas de tirar satisfações e nem tento provar o contrário daquilo que fui julgada. Deixei o tempo dizer...Mostrar.
* Hoje, passado algum tempo já vejo as verdades apontando como um dedo na testa daqueles que acreditaram na mentira que contaram ao meu respeito. Da mesma forma que não sei tirar satisfações, eu também não sei perdoar. Não consigo perdoar uma pessoa que se dizia minha amiga e confiou na mentira de outra pessoa e me fez sofrer.
Assim como eu também não perdoarei NUNCA a pessoa que causou tudo isso, a mentirosa e fofoqueira. *
O tempo passa, as verdades aparecem,e eu espero que a Ana consiga sair bem desse momento que esta deixando ela triste.
Espero que isso não atrapalhe o trabalho lindo que ela faz no programa,sempre tentando ajudar as pessoas e me fazendo chorar um monte quando ela realiza os sonhos de pessoas que tiveram suas vidas afetadas por tragédias. Quer conferir? Assista AQUI

7 comentários:

  1. Um dos pontos que mais me deixa chateado ao ser brasileiro aqui no Japão é essa mania da fofocaiada. Como nosso povo fofoca por aqui. E sempre na maldade, pra ferrar mesmo, um vexame.

    que alegria é essa em difamar os outros? Retratos de uma vida que não tem rumo, será?

    Eu fico chateado.
    Excelente sua postagem e reflexão.
    Ah, e depois me passa o endereço do site q vc colabora! Queria muito ver lá o trabalho, porque gosto muito dos doramas daqui.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Impressionante como nesse mundo ainda tem pessoas desse gabarito, olhe é melhor eu nem comentar.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, eu ameiii o texto inicial da postagem, me transmitiu uma energia boa de confiança na vida e de aproveitar sua simplicidade. E quanto ao caso da Ana Maria, sequer estava sabendo mas infelizmente tem gente pronta pra tudo nessa vida.

    ResponderExcluir
  4. Lilian,

    Tem muita gente infeliz no mundo, pessoas que julgam e esquecem que os sentimentos estão em jogo. Não assisti o vídeo ainda e vou já conferir.

    Beijo imenso, menina linda e querida.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lilian

    Quero que vc saiba que estou sempre por aqui, mas não sei o porquê de eu não conseguir postar mais comentários.
    Sabia que estava com este texto prontinho para postar, mesmo sem ter assistido ao programa a que vc se refere? Recebi via e-mail e achei maravilhoso. Que bom que já está aí.
    Agora, quanto aos "fofoqueiros de plantão", estou com vc. Acho que a felicidade incomoda muita gente. É a única certeza que me resta, não consigo entender.
    Mas perdoar faz bem ao nosso coração e à nossa alma.

    Obrigada pelo seu carinho e pela força.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  6. Nossa,não tem nada pior que as pessoas ficarem inventando coisas sobre vc e vc ainda ter que provar que vc está falando a verdade. Mas esses jornalistas são assim mesmo,valequalquer coisa pra ganhar dinheiro, até destruir a vida do outro.

    Bjus e um ótimo fim de semana pra vc.

    ResponderExcluir
  7. Eu vi com mamae no hospital e fiquei com pesar dela estar chorando. Nem quando teve cancer ficou assim tão triste\!
    E no final, lembra?
    Ela mostroa a menina com a bandeira do Brasil aberta com o nome de Ana Maria.
    Achei lindo!
    com carinho MOnica

    ResponderExcluir

Fico feliz com sua visita e seu comentário.Ter você aqui é ter sua presença em forma de palavras!
E ai? O que você tem pra me dizer? Vamos prosear? e que importância tem se as palavras forem repetidas? Só de você estar aqui já me faz feliz!