...A pontuação é a respiração da frase e minha frase respira assim. E se você me achar esquisita, respeite também. Até eu fui obrigada a me respeitar! ...

domingo, 9 de maio de 2010

PARA MINHA MÃE...

Hoje é um dia especial, meu, seu e de todas as mães do mundo. Mas homenageio aqui Minha mãe.
Uma pessoa que amo imensamente e admiro.
Professora, mãe de dois filhos(Eu e o Alex),leonina,no horóscopo chinês ela é Tigre,tem 58 anos, adora cantar músicas japonesas em Karaokê,participa de muitos concursos e festivais, estuda diariamente 2hs por dia assiduamente a língua japonesa,e trabalha como dekassegui no Japão.
Avó de 3 netos, só usa roupas que tenha bastante brilho,é muito vaidosa,determinada em tudo que faz e muito alegre.
(minha mãe participando de um festival de karaokê) Quando ela se casou com meu pai,ela foi obrigada por ele a largar de trabalhar e estudar,depois de 10 anos ela decidiu que iria retomar os estudos,lembro das muitas brigas que aconteceram todas as vezes que ela saia a noite para estudar,e muitas vezes fui acordada por ela batendo na janela de meu quarto para que eu abrisse a porta de casa pois meu pai trancava a porta. Mas ela não desistiu e conseguiu se formar no magistério. Começou a lecionar como substituta em algumas escolas no matutino,vespertino e noturno. Nos finais de semana costurava pra fora e ainda fazia trabalhos escolares contratada por alguns alunos,tudo isso para ajudar no orçamento de casa. Segui o mesmo caminho,cursei o magistério e fui lecionar na mesma escola que minha mãe lecionava. Quando abriu a faculdade em minha cidade, ela decidiu que iria prestar o vestibular e fazer pedagogia.Isso ajudaria ela elevar o nível, já que nessa época ela já havia prestado concurso e era efetiva em 2 períodos. Ela conseguiu passar no vestibular com a melhor média, passou em 1º lugar e com muito custo se formou pedagoga. Por causa do serviço dela, quase não sobrava tempo para nós.Na época em que ela costurava eu e meu irmão ficávamos sempre perto brincando,nossa maior diversão era fazer "cabaninha" sob a mesa que ficava ao lado da máquina de costura. Enquanto costurava ela nos contava um monte de estórias e piadas. Quando chovia ela nos fazia ficar sob a mesa e dizia que era pro Bululum(trovão) não achar a gente,e por muito tempo acreditamos que esse bululum era perigoso pois o barulho dele era horrível. Depois que ela começou a lecionar era raro os momentos que ficávamos com ela,lembro que na escola sempre quando tinha reunião dos pais ela nunca estava presente sentada com os pais,por que ela estava em reunião com os pais dos alunos dela, e nas homenagens de dia das mães também era impossível ela comparecer por que estava na escola dela com os alunos dela. Isso nos entristecia muito,também por que nossos professores nos cobravam boas notas e comportamento por sermos filhos de professora. Essa época escolar foi difícil pra gente compreender a ausência de nossa mãe. Mas passou, logo crescemos e na adolescência essa ausência foi superada. A ausência dela , ela nos compensava com presentes e o necessário. Estávamos sempre bem vestidos e a secretária doméstica que ela contratou trabalhou em nossa casa por quase 15 anos e nós adorávamos a Marla, a secretária. Depois de muitos anos lecionando,minha mãe resolveu largar tudo e vir pro Japão conhecer o país dos pais dela e amou tanto o Japão que não quis mais retornar. Hoje ela se diz uma pessoa feliz e realizada, pretendendo agora concluir o exame de proeficiência de língua Japonesa nível 1, e depois começar a estudar outras línguas e culturas. Minha mãe antes de ser avó sempre dizia que jamais permitiria ser chamada de ,pois ela se sentia nova e o título não lhe ia soar bem, mas quando seu primeiro neto nasceu(meu filho) ela fez questão de falar pra todos os amigos e parentes que o "neto"dela havia nascido. Vai entender ? Mas ela além de mãe, é uma avó linda e muito querida,e os netos curtem bastante essa batiãn(avó). Minha mãe tem uma disposição que eu admiro muito, a bateria dela dura 24hs, eu não consigo acompanhar o pique dela,rs. Mas amo minha mãe e me sinto abençoada por Deus em poder ter ela perto de mim, comemorar juntas essa data e ser filha dessa mulher tão especial. Jantamos em um restaurante e presentiei minha mãe com 4 perfumes(Francês) que ela gosta e uma blusa que eu mesma costumizei de acordo com o gosto dela,cheia de aplicações e muito brilho. Mãe te AMO

2 comentários:

  1. Q linda essa sua postagem! E como sua mãe é jovem e bonita.
    foi um dia feliz né. Ah q gostoso ter a mãe por perto. E ela tb gosta de karaokê, q bom! cantar faz bem.

    Lilian, participa lá do sorteio do livro viu? Quem sabe vc ganha um! não terão mtos concorrentes rs... bjos, boa semana pra vcs e parabéns pra vc por ser uma grande mãe!

    ResponderExcluir
  2. Uma bela homenagem amiga.

    Como é bom ter Mãe ativa, minha mãe tem 74 anos, participa de campeonato de volei, faz viagens de turismo, joga baralho na terceira idade, enfim... digo que ela é bem mais forte do que.

    beijooo.

    ResponderExcluir

Fico feliz com sua visita e seu comentário.Ter você aqui é ter sua presença em forma de palavras!
E ai? O que você tem pra me dizer? Vamos prosear? e que importância tem se as palavras forem repetidas? Só de você estar aqui já me faz feliz!