...A pontuação é a respiração da frase e minha frase respira assim. E se você me achar esquisita, respeite também. Até eu fui obrigada a me respeitar! ...

quinta-feira, 13 de maio de 2010

ESSA SOU EU

Sou uma pessoa cheia de defeitos,isso eu sei, mas tenho algo que ainda não consegui denominar como defeito ou qualidade: SOU PERSISTENTE!
E como sou. Cheguei no Japão com 18 anos,hoje já estou na casinha dos “inta” de onde já consigo avistar minha nova moradia bem próxima,os “enta”. Naquela época com 18 anos eu vim pro Japão cheia de curiosidades e liberdade. Vim sozinha, deixei meu pais no Brasil e vim, sem medo.
Quando aqui cheguei, meu primeiro obstáculo foi falar e entender o Japonês, o que eu sabia era aquilo que muita gente sabe(até os não-descendentes) ,arigatou,omedetou,sayonará e shoyu. Mais nada!
Eram tantas novidades e tantas horas de serviço que fui adiando meu aprendizado, aos poucos eu fui aprendendo algumas palavras e algumas canções.A primeira vez que fui á 1 karaoke vi a necessidade de aprender a ler,(já que eu amei as músicas japonesas) e comecei a estudar sozinha em minhas horas vagas.
Logo eu adquiri um aparelho de karaoke, e as músicas tinham as letras em katakana&Hiragana(ideograma Japonês) e sob elas tinha a versão romanizada, e isso me ajudou a aprender logo ler e identificar cada ideograma.
Eu conseguia ler tudo que estivesse escrito com esses dois tipos de ideogramas.
Porém, no Japão além dos ideogramas de katakana e hiragana, existe o KANJI, (cerca de dois mil ideogramas) Devido ao imenso e variável número de kanji, o ministério da educação japonês definiu, em 10 de Outubro de 1981, uma lista de 1945 kanji oficiais, distribuídos por ordem de traços, de 1 até 23.
Agora tente imaginar 1 ideograma com 23 traços. Cada traço tem sua ordem.

(O Kanji acima é: "KI" significado:árvore) O kanji é literalmente um ideograma, que, segundo o dicionário, significa “sinal que não exprime som nem articulação, mas idéias”.

E o kanji, em sua essência, é exatamente isso: um sinal, uma figura, que exprime uma idéia.

Além de significado, o kanji também tem uma forma de ser lido.

Essa é uma das partes mais complicadas do japonês, pois cada kanji tem diferentes formas de leitura dependendo do contexto.

Um único kanji pode ser lido de 5 ou mais formas diferentes!

Na época eu não tive vontade de aprender KANJI, achei que seria perda de tempo pois minha intenção era de ficar no Japão somente por 2 anos e voltar ao Brasil.

Quase 20 anos se passaram, fui várias vezes pro Brasil, e apesar de ter conseguido realizar minhas metas financeiras, eu ainda continuo aqui no Japão.
Os Kanji mais usados eu aprendi, sei o kanji do meu nome,da minha cidade,do meu bairro,de alguns objetos,nomes, mas...Falta muito pra aprender.
Um de meus propósitos para este ano de 2010 é aprender CORRETAMENTE os ideogramas.
Me matriculei no kumon e comecei o curso desde o início, fiz 1 teste de avaliação antes de começar e a professora concluiu que não seria necessário eu fazer desde o início, eu poderia começar pelos ideogramas de kanji.

Mas resolvi começar do início, e foi bom, por que ler eu sabia,mas escrever os traços na ordem certa alguns eu confundia.

E minha caligrafia ficou perfeita depois de treinar muito.

Os japonesas começam a aprender kanji na primeira série e só terminam no final do colegial! 12 anos aprendendo kanji. Aprender kanji, é um luta entre lembrar e esquecer . sei que vou ter que memorizar centenas de letras, riscos, leituras, significados, etc. Já até fiz meus cálculos, já multipliquei os 2000 ideogramas por 3 leituras médias para CADA kanji e serão 6000 leituras diferentes para eu aprender e guardar em meu cabeção,rs! É um desafio e tanto ? Muito trabalho MESMO!

Já sei que com o tempo, o kanji começa a confundir, vou começar a achar que este é aquele e aquele é este, e por aí vai. Enfim, as dificuldades serão muitas,mas não vou desistir. Além do kumon,pesquiso muito na net, tenho 1 programa incrível que me ajuda bastante a memorizar os ideogramas. Vou persistir porque este ano quero prestar exame de proficiência.

Um certificado de proficiência vale mais que qualquer diploma de qualquer curso de qualquer lugar, porque são exames feitos por instituições sérias dos países de origem.
É um excelente diferencial na hora de arrumar um emprego. O teste de proficiência no idioma japonês, é por exemplo um pré-requisito para alunos estrangeiros cursarem algumas universidades no Japão.
No meu caso, eu quero prestar esse exame por que acho extremamente útil para testar meus conhecimentos e o meu aprendizado!! FONTES: http://www.comoaprenderjapones.com/ http://nippaku.blogspot.com/2008/07/estudando-com-o-anki-o-guia-completo.html

4 comentários:

  1. Eu fiz kumon tb! Parei, preciso voltar a estudar. Kumon é mto bom, ajuda a gente aprender. a gente repete, repete e repete até acertar tudo rs.
    Eu tb vim só pra ficar 3 anos rs...e já se passaram oito. E não sei qdo vou embora, ainda não bateu a vontade de ir (não sei se um dia vai bater, acho q ainda demora).
    Gostei da postagem! bjos

    ResponderExcluir
  2. Eu não moro no Japão e nem sei se algum dia vou poder realizar meu sonho de visitá-lo (XD), mas já aprendi a reconhecer katakana e hiragana, e agora estou aprendendo a escrevê-los (canal Japanespod101 do YouTube é ótimo para isso).

    Kanji eu reconheço uns 5 (mas não sei todas as leituras de cada um), e sei escrever uns dois por causa de um seriado tokusatsu chamado Shinkenger que os personagens escreviam kanji no ar pra se transformar(XD).

    Pretendo fazer um curso de japonês de verdade quando voltar a trabalhar. Inclusive é uma das minhas opções de faculdade (que não consigo decidir =X) fazer Letras em Japonês na USP.

    Kanji é trabalhoso, mas é maravilhoso!

    ResponderExcluir
  3. Oi, menina

    Persistência é tudo. Vai em frente. É maravilhoso ter pessoas como vc e o Alexandre para saber tantas coisas interessantes. Vê se aparece no meu canto também.
    Estuda mesmo, o conhecimento é a única coisa que ninguém toma de vc. Força!

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir

Fico feliz com sua visita e seu comentário.Ter você aqui é ter sua presença em forma de palavras!
E ai? O que você tem pra me dizer? Vamos prosear? e que importância tem se as palavras forem repetidas? Só de você estar aqui já me faz feliz!